Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.

Gizele Santos

Nome Completo do Autor (a) da Dissertação: Gizele Santos de Araújo
Título: O Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle como Espaço Multimodal de Ensino de Língua Portuguesa
Curso: Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PPGLA)
Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET)
Universidade de Brasília (UnB)
Data da Defesa: 14/12/2016
Nome Completo do Orientador: Profª Drª Janaína de Aquino Ferraz
Palavras-chave em Português: Clusters. Ensino de Língua Portuguesa. MOODLE. Multimodalidade. Ressemiotização.

Resumo em português:

        No momento em que o ensino da língua materna, no Brasil, aprimora-se consideravelmente, ainda observa-se a necessidade de práticas pedagógicas mais condizentes à formação cidadã de indivíduos capazes de compreender, de interpretar e de produzir uma gama de textos de múltiplos modos circulantes nas diversas esferas sociais. Nessa linha de pensamento, em que a educação linguística requer ensino contextualizado da linguagem, pois o texto só faz sentido em seu contexto sócio-cultural (BAKHTIN, 2006), este trabalho apresenta-se com a finalidade de repensar ações pedagógicas em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), denominado MOODLE. A base teórica utilizada para tal é triangulada a fim de realizar descrições tanto do ambiente virtual de aprendizagem em si, quanto das atividades didáticas nele postadas. Nesse intuito, foram selecionadas as categorias e os procedimentos de análise advindos de três teorias de base: primeiramente, a Teoria da Multimodalidade, sob a perspectiva da metafunção composicional, segundo a Gramática do Design Visual (KRESS e van LEEUWEN, 2006) e a Teoria de análise de Clusters (BALDRY e THIBAULT, 2006) iluminam a análise e a descrição das práticas que envolvem representações semióticas visuais, espaciais e linguísticas do design do MOODLE na sua condição de texto; depois, a Teoria da Ressemiotização, processo em que textos passam de um contexto para outro, de uma prática para outra ou de um estágio de prática para um próximo estágio, possibilitando a construção de novos significados (IEDEMA, 2003), embasa o estudo de duas atividades de ensino de Língua Portuguesa elaboradas para esse ambiente virtual. A metodologia empregada é de natureza qualitativa interpretativista (CHIZZOTTI, 2006), em que se privilegia o processo de interpretação e reinterpretação dos dados, por meio de observação direta em pesquisa de campo (BOGDAN E BIKLEN, 1998). Nesse estudo, buscou-se o entendimento da lógica organizacional do MOODLE voltado para o ensino de Língua Portuguesa no Ensino Médio, em escola regular da educação básica pública, com vistas à identificação das regras semióticas nele empregadas. Por meio da análise dos dados, foi possível verificar que, no MOODLE, é necessário planejamento pedagógico que privilegie outros modos de linguagem além da escrita, de forma que o ensino de língua portuguesa não se restrinja a somente uma modalidade. O foco de trabalho pedagógico monomodal pode levar ao desenvolvimento de um olhar parcial sobre o uso da língua em diferentes esferas. A multimodalidade inerente à língua requer abordagem igualmente multimodal de profissionais envolvidos com a educação.

PDF

Check Also

coloquio

Colóquio em Linguística Aplicada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *