Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.

Cláudia Arantes Batista – Resumo

Nome Completo do Autor (a) da Dissertação: Cláudia Arantes Batista
Título: O desenvolvimento da competência comunicativa intercultural de surdos aprendizes de inglês: A internet como meio
Curso: Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PPGLA)
Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET)
Universidade de Brasília (UnB)
Data da Defesa: 23/7/2015
Nome Completo do Orientador: Prof. Dr. Enrique Huelva Unternbäumen
Palavras-chave em português: Interculturalidade. Competência comunicativa intercultural. Língua de sinais. Pedagogia de projetos. Vídeos surdos.

Resumo em português:

Esta pesquisa, de cunho qualitativo, tem como tema principal analisar o processo de desenvolvimento da Competência Comunicativa Intercultural no ensino de língua estrangeira por meio de Projetos Colaborativos Internacionais com uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), como o fórum online, e questões envolvendo aspectos interculturais para observar como esses aspectos podem ou não contribuir para promover a comunicação e ampliar a socialização do estudante surdo com ouvintes. O tema nasceu da experiência da pesquisadora como professora de inglês como língua estrangeira, a partir de iniciativa própria de inclusão dos alunos surdos em projetos colaborativos internacionais com o uso de uma plataforma educacional online como atividade complementar e participação voluntária. Para tanto, o estudo se baseou no Modelo de Competência Comunicativa Intercultural de Byram (1997), que afirma ser o comunicador intercultural aquele que consegue estabelecer ligações culturais e interpretá-las na perspectiva do Outro em relação a si mesmo e a sua comunidade. Este comunicador intercultural é também capaz de negociar conhecimento no encontro intercultural, ultrapassando os obstáculos que possam surgir. Neste estudo buscou-se analisar se os alunos surdos do grupo de pesquisa tinham capacidade de usar a língua inglesa para estabelecer comunicação por escrito por meio de interação intercultural com estudantes de inglês com diferentes níveis de proficiência, LE, L2 e LM. A comunicação intercultural foi baseada na utilização dos vídeos de autoria dos próprios estudantes surdos como meio de iniciar o diálogo com esses interlocutores ouvintes desconhecidos. Essa metodologia se justificou porque os alunos se interessam pela produção de vídeos, com várias produções próprias, realizadas com supervisão da intérprete de Libras, de professores de línguas da escola e da professora da sala de recursos, como atividade complementar às atividades escolares. Trata-se de uma pesquisa que está fundamentada principalmente no Modelo de Competência Comunicativa Intercultural cujo proponente é o pesquisador Michael Byram, além do respaldo teórico dos estudos sobre competências (HUELVA UNTERNBÄUMEN, 2015; HYMES, 2001; CANALE, 2013; ALMEIDA FILHO, 1993, 2014; e outros), cultura (GEERTZ, 1989; KRAMSCH, 1993; DURANTI, 2001 e outros), interculturalidade (BYRAM, 1997; BENNETT, 1998; MENDES, 2011a; CANDAU,
2012 e outros), cultura surda (SKLIAR, 1998; 1999; LANE, 1997; CASTRO JUNIOR; 2011; STROBEL, 2008), competência comunicativa intercultural (BYRAM, 1997; 2008).

PDF

Check Also

coloquio

Colóquio em Linguística Aplicada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *